30 de ago de 2008

FULERAGEM

Perdão, leitores, pelo título chulo, mas não cabe outro que seja publicável. O Dia do Folclore é comemorado dia 22 de gosto, mas a escola "X" o tranferiu para o dia 29, ontem. As apresentações das turmas estavam marcadas para se iniciar às 17 horas. Às 18 o portão da quadra estava trancado e só seria aberto quando a diretora chegasse. Pais e filhos aguardavem no meio da rua a boa vontade da educadora. Quando o portão foi aberto para a entrada de uma pessoa da direção, houve bate-boca e os pais forçaram a entrada, se deparando na quadra já com várias pessoas e crianças brincando na maior tranquilidade. A "festa" só começou depois das 19 horas, com a coordenadora do evento se esguelando ao microfone, xingando e empurrando crianças que se aproximavam dela. Deu saudade do programa da Xuxa, quando ela beliscava os seus "baixinhos". No som ambiente, a "música" do Créu, com a devida coreografia. Faltou aos pais a presença de espírito para chamar o Conselho Tutelar da Infância e Juventude.
Duvido muito se uma das crianças que dançaram a quadrilha, o hip-hop, e outras cositas, saibam o que é folclore, na sua definição mais simplória.

Um comentário:

Anônimo disse...

Nobre jornalista, fiquei curioso pra saber que "escola" é essa?