20 de ago de 2008

NO BREJO

Ao fazer o comentário abaixo lembrei-me de uma historinha. Dois homens trabalhavam na roça. Um deles, todas as sextas-feiras, no final do expediente, dizia: - Hoje é sexta-feira, amanhã é sábado, vou para a cidade beber cerveja e raparigar. O colega, religioso, pedia: - Zé, fala se Deus quiser... E a resposta sempre era: - Não vou falar nada. Um dia Deus se aborreceu e transformou o Zé em sapo, que passou a viver no brejo. Dez anos depois, Zé foi desencantado, voltou a trabalhar no mesmo serviço e foi falando: - Dez anos de brejo, amanhã vou até a cidade beber cerveja e raparigar... - Zé, 'cê não aprendeu? Fala se Deus quiser! E o Zé, muito tranqüilo, disse: - Se Deus quiser eu vou, se não quiser, o brejo tá aí mesmo... (Ilustração: chegadesapos.blogger.com)

Nenhum comentário: